Descubra como aprender inglês mais rápido e do seu jeito

A melhor maneira de se estudar e aprender inglês é encontrar uma forma prazerosa e motivadora, que permita a você evoluir, constantemente, na nova língua. Para manter sempre uma atitude positiva frente ao aprendizado, é interessante buscar mídias e conteúdos com os quais você se identifica. Deste modo, você poderá aprender inglês a cada dia. O prazer e o hábito de treinar um novo idioma diariamente o levarão a aprender rapidamente.

Veja, abaixo, cinco dicas valiosas que separamos especialmente para você e que o farão aprender inglês mais rápido!

1) Aprendemos ainda mais quando temos um propósito

É importante que você identifique o(s) porquê(s) de querer aprender inglês e conquistar a tão sonhada fluência no idioma. Qual(is) o(s) verdadeiro(s) motivo(s)? Você almeja uma promoção no seu emprego? Você quer encontrar um trabalho melhor? Você planeja fazer intercâmbio ou se mudar de país? Seu interesse é visitar diversos países e poder se comunicar facilmente, em qualquer um deles? Encontre um sentido, um norte, uma meta. Isso o impulsionará e o motivará. Fight for it! 

[ninja_form id=1]

Colocar prazos do tipo “desenvolver meu inglês em seis meses”, por exemplo, e enxergar claramente sua meta o farão ter vontade de estudar cada vez mais e, mesmo que você não tenha muito tempo de sobra, você encontrará um tempinho para estudar todos os dias.

2) É legal organizar as informações

Detalhes que observamos, diariamente, podem facilitar nosso processo de aprendizado do inglês, desde que saibamos captá-los, armazená-los e consolidá-los como conteúdo. Ou seja, estar exposto ao idioma vai fazê-lo melhorar, gradativamente. Uma boa maneira de treinar inglês, é assistindo a programas ou lendo reportagens de jornais ou revistas ou sites sobre um determinado assunto.

É importante que, sempre que você desconhecer ou não souber o significado de algo, anote a frase em que a palavra ou expressão se encontra e depois busque seu significado. Isto fará com que se adquira vocabulário e conheça novas expressões e palavras. Caso tenha algum interesse específico – tais como Esportes, Finanças, Culinária, etc – você pode focar nestes temas para estudar!

3) Aprofundar-se é primordial para aprender

Ir além do superficial e do básico é uma dica muito importante para quem quer se familiarizar com o inglês e aprender a língua.

Lembra que mencionamos, anteriormente, a lista de palavras, as frases de onde foram retiradas e suas respectivas traduções? Utilize-as a se favor! Insira o que foi aprendido em outros contextos. Monte histórias e treine a partir delas. Passe os ensinamentos que aprendeu para amigos e familiares. É treinando e fazendo bom uso do que você aprendeu que você irá além.

4) Não tenha medo de perguntar

Exercitar o inglês a partir de perguntas é um excelente mecanismo de aprendizado, uma vez que você deixa de ser ouvinte e passa a ser participante e estar no diálogo, deixando a passividade de lado.

Sempre que estiver aprimorando ou treinando seu inglês, faça uma nova pergunta. Depois, peça para o professor ou colega respondê-la ou consulte fontes confiáveis. Assim, além de aumentar seus conhecimentos, você irá adquirir mais confiança e terá um método único e eficiente de aprendizado.

5) Conteúdo simplificado, mas com dificuldades

De modo geral, aprendemos mais quando o conteúdo é fácil, porém apresenta desafios e obstáculos. Por isso, não busque estudar tendo como base conteúdos complexos, mas também não se limite a conteúdos fáceis demais, pois você não irá evoluir no inglês e isso irá comprometer sua autoestima e evolução, já que você ficará com a sensação de que não está saindo do lugar. Encontre o equilíbrio entre o simplificado e o complexo, para estar no caminho certo.

13 frases sobre férias em inglês

Férias: aquele período do ano que todos esperam com ansiedade. Para você conseguir se comunicar em inglês, separamos algumas frases e expressões básicas para você treinar e que irão fazer você curtir e se divertir ainda mais durante as férias.

  1. Férias: Vacation / Holiday

Exemplo 1: I need to take a vacation (Eu preciso de férias)

Exemplo 2: American often prefer to go to Bahamas on vacation (Os americanos normalmente preferem ir às Bahamas nas férias)

Dica: Lembre-se que a palavra Holiday é comumente usada no inglês britânico, substituindo a palavra Vacation. Já em Inglês americano, Holiday adquire o sentido de feriado ou folga.

  1. Destino: Praia ou Campo? Beach or Countryside?

Exemplo 1: Visit England! Explore the British Countryside. (Visite a Inglaterra! Explore o campo britânico).

Exemplo 2: People living in the countryside are happier. (Pessoas que moram no campo são mais felizes).

[ninja_form id=1]

  1. Roteiro de viagem ou itinerário: Itinerary

Exemplo 1: Do you already have an itinerary? (Você já tem um roteiro de viagem?)

Exemplo 2: Travel itinerary, a step-by-step guide (Roteiro de viagem, um guia passo-a-passo)

  1. Fazer as malas: To pack the suitcases

Exemplo 1: The best way to pack a suitcase (A melhor maneira de fazer a mala)

Exemplo 2: Did you pack your suitcases? (Você fez suas malas?)

  1. Acomodações ou Hospedagem: Accommodation

Exemplo 1: The package has free accommodation (O pacote tem hospedagem gratuita)

Exemplo 2: We´re looking for an accommodation (Estamos procurando por hospedagem)

  1. Meios de transporte: viajar de avião, trem, carro, ônibus etc… / traveling by airplane, train, car, bus…

Exemplo 1: How to best plain your train travel (Como melhor planejar sua viagem de trem)

Exemplo 2: Traveling by airplane is faster (Viajar de avião é mais rápido)

  1. Pontos ou atrações turísticas: Tourist attraction or sights

Exemplo 1: Rio de Janeiro has the most beautiful tourist sights (Rio de Janeiro tem os mais belos pontos turísticos)

Exemplo 2: The Eiffel Tower is one of the most visited tourist attaction in Europe (A Torre Eiffel é uma das atrações turísticas mais visitadas na Europa)

  1. Pacote turístico: package tour

Exemplo 1: To enjoy Rio, we need to buy a package tour (Para curtir o Rio, precisamos comprar um pacote turístico)

Exemplo 2:  After deciding the accommodation, we´ll have to think about our package tour (Depois de decidirmos nossas acomodações, precisamos pensar sobre nosso pacote turístico).

  1. Guia turístico: Tour Guide or Tourist Guide

Exemplo 1: A tour guide makes you feel safe (Um guia turístico faz você se sentir seguro)

Exemplo 2: The easiest way to visit Prague is with a tour guide (O jeito mais fácil de visitar Praga é com um guia turístico).

  1. Acampamento de férias: Vacation camp

Exemplo 1: We went to a great vacation camp (Fomos a um ótimo acampamento de férias)

Exemplo 2: He really likes going to a vacation camp (Ele realmente gosta de ir a acampamentos de férias)

  1. Aproveitar as férias: To enjoy (curtir) or to take advantage (aproveitar)

Exemplo 1: We enjoyed Rio de Janeiro a lot (Nós curtimos muito o Rio de Janeiro).

Exemplo 2: He took advantage of his Indian Trip to practice yoga (Ele aproveitou sua viagem à Índia para praticar yoga).

  1. Viajando a negócios ou a passeio: Business or pleasure

Exemplo 1: I´m going to New York City on a Business Travel (Estou indo à Nova York em uma viagem de negócios).

Exemplo 2: We need to go to a short pleasure trip (Precisamos ir à uma viagem curta de descanso)

  1. Planos para as férias: Vacation plans

Exemplo 1: What are your plans for the next vacation? (Quais são seus planos para as próximas férias?).

Exemplo 2: How to plan for your next vacation? (Como se programar para as próximas férias?)

13 verbos mais comuns em Inglês

English Verbs

Uma boa maneira de começar a estudar e se familiarizar com o inglês é conhecendo os principais verbos desta língua, que sempre aparecem nos diálogos e que vão muito além dos já manjados verbos “to be”(ser) e “to do”(fazer). Após aprendê-los, ficará mais fácil para você se virar, o que também permitirá que você aumente o repertório do seu vocabulário e ganhe confiança no seu taco.

Separamos uma lista com verbos em inglês – treze verbos, no total – que você deve saber e que são primordiais para quem quer aprender a falar inglês.

[ninja_form id=1]

To see: ver

Exemplo 1: “I can see clearly now” (Eu posso ver claramente, agora).

Exemplo 2: “Do you see the mountain behind us?” (Você vê a montanha atrás de nós?).

Exemplo 3: “Are you seeing someone?!” (Você está vendo alguém?!).

To try: tentar

Exemplo 1; “Let me try it” (Deixe-me tentar).

Exemplo 2: “She’s always trying to be different” (Ela sempre está tentando ser diferente).

Exemplo 3:”Try to be the best!” (Tente ser o melhor!).

To help: ajudar

Exemplo 1: “Can anybody help us?” (Alguém pode nos ajudar).

Exemplo 2: “We need to find someone to help us” (Precisamos encontrar alguém para nos ajudar).

Exemplo 3: “Let me know how I can help you” (Me avisecomo posso ajudá-lo).

To drive: dirigir

Exemplo 1: “Driving can be stressing” (Dirigir pode ser estressante).

Exemplo 2: “I get used to drive in traffic” (Acostumei-me a dirigir no trânsito).

Exemplo 3: “How can you drive so fast?!” (Como você dirige tão rápido?).

To speak: falar

Exemplo 1: “Yes, I do speak english”. (Sim, eu falo inglês).

Exemplo 2: “He speaks spanish” (Ele fala espanhol).

Exemplo 3: “Speaking of which, don’t forget your keys” (Falando nisso, não esqueça suas chaves).

To call: liga

Exemplo 1: “I wanna to call home” (Quero ligar para casa).

Exemplo 2: “I tryed to call you but nobody answered” (Tentei ligar para casa, mas ninguém atendeu).

Exemplo 3: “Call me when you get there” (Ligue para mim quando você chegar lá).

To like: gostar

Exemplo 1: “I don’t like the way you talk to me”. (Eu não gosto do jeito como você fala comigo).

Exemplo 2: “I really like chinese food” (Eu gosto mesmo de comida chinese).

Exemplo 3: “I like playing videogame” (Eu gosto de jogar videogame).

To think: pensar

Exemplo 1: “You need to think about it” (Você precisa pensar a respeito).

Exemplo 2: “Steve thinks ahead of his time” (Steve pensa a frente de seu tempo).

Exemplo 3: “Think big!” (Pense grande!).

To work: trabalhar

Exemplo 1: “I work at a TV station” (Eu trabalho em um canal de televisão).

Exemplo 2: “I want to work at Disney (Eu quero trabalhar na Disney).

Exemplo 3: “He works day and night” (Ele trabalha dia e noite).

To fix: consertar

Exemplo 1: “He believes he can fix the car”. (Ele acredita que pode consertar o carro)

Exemplo 2: “Will you fix the clock?!” (Você vai consertar o relógio?!)

Exemplo 3: “There’s no easy fix for a problem like this” (Não há solução fácil para um problema como este”

To spend: gastar

Exemplo 1: Can we spend our vacation abroad?! (Podemos passar nossas férias no exterior?).

Exemplo 2: Don’t spend all your money (Não gaste todo o seu dinheiro).

Exemplo 3: He spent the night at the hotel (Ele passou a noite no hotel).

To worry: preocupar-se

Exemplo 1: “Don’t worry. Be happy” (Não se preocupe. Seja feliz).

Exemplo 2: “We have no worries” (Nós não temos preocupações).

Exemplo 3: “Don’t worry, ’cause everything is gonna be alright” (Não se preocupe, pois tudo dará certo).

To rent: alugar

Exemplo 1: “We’ll have to rent a car” (Vamos ter que alugar um carro).

Exemplo 2: “Is this house for rent?” (Esta casa está para alugar?).

Exemplo 3: “John didn’t remember to pay his rent” (John não lembrou de pagar o aluguel).

Como escrever um e-mail formal em Inglês

É comum, para quem utiliza o inglês no dia-a-dia profissional e que não tem muita fluência na língua, frequentemente, deparar-se com dúvidas sobre qual a maneira correta de se escrever um e-mail formal em inglês. Sim, uma tarefa que seria executada facilmente e sem grandes dificuldades, em português, pode colocar à prova suas habilidades na língua inglesa. Por este motivo, nós do Inglês do Jerry separamos algumas dicas e sugestões que podem facilitar a escrita e ensiná-lo a como escrever um e-mail formal em inglês.

A primeira dica é ter em mente que a estrutura dos e-mails – tanto em inglês, quanto em português – é semelhante. Vale seguir também a sugestão de não prolongar cada frase e mantê-las curtas e enxutas. Isto ajudará o destinatário da mensagem a compreendê-lo e tornará a comunicação mais eficiente. Assim como em um e-mail em português, sugerimos que você revise o texto antes de enviá-lo.

[ninja_form id=1]

Agora, vamos ao conteúdo. Para facilitar o processo, separamos a escrita do e-mail em quatro etapas.

1.Para começar, a saudação

Uma boa maneira de iniciar uma comunicação mais formal via e-mail é utilizar o substantivo Mr. (Mister, em inglês; Senhor, em português) ou Ms. (Miss, em inglês; Senhora, em português).

Comece comDear Mr./Ms.”, que significaCaro Sr./Sra.”

Caso saiba quem irá receber a mensagem, pode acrescentar o nome do receptor.

Caso você não tenha conhecimento de quem vai receber o e-mail, acrescente uma saudação genérica: To whom it may concern”, que significa “A quem interessar possa”.

2.O corpo do e-mail

Explique o motivo do e-mail e diga o que deseja comunicar.

Lembre-se de que, quanto mais objetivo e direto você for, melhor e mais eficaz será sua mensagem.

Sugestões de como iniciar as frases, nesta etapa do e-mail: “I am writing because…”, que significa “Escrevo porque…”.

Também podem ser utilizadas as seguintes frases: “I am writing regarding the conference” e “As agreed, please find attached my report”. Em português, elas equivalem às frasesEstou escrevendo a respeito da conferência” e “Conforme combinado, segue anexo meu relatório”, respectivamente.

3.O encerramento e a conclusão do e-mail

Após o desenvolvimento do e-mail, que varia de acordo com o assunto tratado, você pode concluir a comunicação, de várias maneiras.

Caso você queira ou precise convidar o destinatário para uma reunião mais informal, como um café, por exemplo: “Let me know if you would like to have a coffee” ou “Diga-me se quiser tomar um café”, traduzido para o português.

Outra maneira de caminhar para o fim do e-mail – e que seria o equivalente ao nosso manjado “fico no aguardo” – é utilizar: I am looking forward to hearing from you”, que, traduzindo, corresponde à “Espero ouvir de você em breve”.

Em português, você poderia emendar com a frase “Em caso de dúvidas, estou à disposição”, mas sugerimos que você utilize a opção mais formal “If you have any questions, please don’t hesitate to contact me”, que seria “Se tiver quaisquer dúvidas, por favor não hesite em entrar em contato”. Há a opção também de utilizar Please let me know if you need any extra information”, que significa Por favor, me avise se precisar de alguma informação adicional”.

4.Agradecimento

Para finalizar o e-mail, agradeça: “Thank you” (ou Obrigado/a).

Que pode ser substituído ainda por: Thank you for your patience and cooperation”, que significa “Obrigado/a pela sua paciência e cooperação”. Ou ainda “Thank you for your consideration/attention”, frase que pode ser traduzida em “Obrigado/a pela consideração/atenção”.

Antes de sua assinatura, é a hora da despedida. Não se esqueça de acrescentar: “Best Regards” (Tudo de bom) e “Sincerely” (Sinceramente, que seria o mesmo que “Atenciosamente”).

Pronto! Viu como escrever um e-mail formar em inglês não é tão difícil assim?! Agora, é só colocar em prática esses ensinamentos.

13 frases em Inglês sobre amizade

Diariamente, vemos posts nas mais persas redes sociais (No Instagram, no Facebook, no WhatsApp e no Snapchat) com frases sobre amor, felicidade, motivação, superação, realização de sonhos, a importância de se ter e poder contar com amigos verdadeiros, entre outros temas. Hoje, selecionamos treze frases em inglês sobre amizade – com suas respectivas traduções – para você aperfeiçoar seu inglês.

Nos trechos abaixo, você confere frases de amizade e citações sobre lealdade, companheirismo, amor entre amigos e confiança, etc. Enjoy it!

1) Amizade e amor verdadeiro. Por Nicholas Sparks:

“I finally understood what true love meant… Love meant that you care for another person’s happiness more than your own. No matter how painful the choices you face might be”.

“Eu finalmente entendi o que significa amor verdadeiro… Amor significa que você se importa com a felicidade de outra pessoa mais do que a sua própria. Não importa quão dolorosa possam ser as escolhas que você enfrenta”.

[ninja_form id=5]

2) Amizade, confiança e ações:

“Loyalt is hard to find. Trust is easy to lose. Actions speak louder than words”.

“Lealdade é difícil de encontrar. Confiança é fácil de perder. Ações falam mais alto que palavras”.

3) Suprema felicidade, por Victor Hugo:

“The supreme happiness of life is the conviction that one is loved”.

“A suprema felicidade da vida é ter a convicção de que somos amados”.

4) Pessoas erradas e coincidência:

“When you delete the unnecessary people from your life, good things will start happenning for you and it won´t be a coincidence”.

“Quando você deletar as pessoas desnecessárias da sua vida, coisas boas começarão a acontecer, e não será uma coincidência”.

5) Amizade e responsabilidade:

“Friendship is always a sweet responsibility, never an opportunity”.

“Amizade é sempre uma doce responsabilidade, nunca uma oportunidade”.

6) Amizade como uma troca:

“True friends are those who exchange each other trust, dreams and thoughts, virtues, joys and sorrows”

“Os verdadeiros amigos são aqueles que trocam entre si, confiança, sonhos e pensamentos, virtudes, alegrias e tristezas”.

7) Amizade e companheirismo:

“If you’re alone, I’ll be your shadow. If you want to cry, I’ll be your shoulder. If you want a hug, I’ll be your pillow. If you need to be happy, I’ll be your smile… But anytime you need a friend, I’ll just be me”.

“Se você está sozinho, eu serei a sua sombra. Se você quiser chorar, eu serei seu ombro. Se você quiser um abraço,eu serei seu travesseiro. Se você precisa ser feliz, eu serei o seu sorriso … Mas quando você precisar de um amigo, eu serei o mesmo”.

8) Aqueles que permanecem com você:

“Friends are like stars, they come and go, but the ones that stay are the ones that glow”.

“Amigos são como estrelas, eles vem e vão, mas só ficam os que brilham”

9) Caminhar em direções opostas, porém lado-a-lado:

“Friends can walk in opposite directions, yet remain side by side”.

“A verdadeira amizade é quando dois amigos caminham em direções opostas e mesmo assim, permanecem lado a lado”

10) Como o vento:

“Our love is like the wind. We can’t see it, but we can feel it”.

“Nosso amor é como o vento. Não podemos vê-lo, mas podemos senti-lo”.

11) O que o coração precisa:

“A friend is what the heart needs all the time.”

“Um amigo é o que o coração precisa a todo momento.”

12) Entender e ser entendido:

“One of the most beautiful qualities of true friendship is to understand and to be understood.”

“Uma das qualidades mais bonitas da verdadeira amizade é entender e ser entendido.”

13) Amizade, o bem mais valioso:

“There is nothing on this earth more to be prized than true friendship.”

“Não existe nada desse mundo a ser mais valorizado do que verdadeira amizade.”

DICA EXTRA – Frases de Amor em Inglês:

Qual a melhor escola de inglês do Brasil?

Para apontar a melhor escola de línguas do país, é preciso conhecer a metodologia, a dinâmica, o material didático, o nível dos professores e a fluência dos alunos e ex-alunos das opções de ensino presentes no mercado. Todos os fatores mencionados anteriormente – somados à extensa lista de cursos de inglês do país e à ausência de fiscalização ou selo de qualidade no ensino de idioma – tornam esta tarefa complicada e quase impossível. Além disso, não há uma grande avaliação do ensino, nos moldes de um ENEM, por exemplo, e que seja eficiente em classificar as melhores escolas de inglês do país.

Por isso, selecionamos algumas características que podem ajudá-lo a encontrar as melhores escolas e a melhor opção de ensino para você.

1. Sua opção disponibiliza algum tipo de inovação no ensino?

É importante que a escola analisada utilize uma metodologia inovadora e diferenciada, capaz de motivar seus alunos a aprenderem cada vez mais e mais. Boa parte do sucesso alcançado pelo aluno na evolução do idioma está na motivação tanto dos próprios estudantes, quanto dos professores.

[ninja_form id=1]

Quanto mais antiquada e retrógrada a metodologia, mais difícil será motivar seus alunos e eles terão menos vontade de evoluir. Logo, a utilização de técnicas tais como a gamification, por exemplo, são bem-vindas e trazem resultados significativos para quem deseja aprender uma nova língua, pois aliam o útil – o aprendizado – ao agradável – o ensino descomplicado, pertido e prazeroso.

2. A escola se adapta às suas necessidades?

Uma característica importante e que deve ser levada em conta é se há adaptação da metodologia conforme as necessidades e os objetivos do estudante em relação ao aprendizado.

A escola segue o padrão normal de ensino – com aulas uma ou duas vezes por semana, durante uma hora cada – ou deixa o estudante “livre” para determinar qual o melhor horário e por quanto tempo deseja estudar? Há ainda a flexibilidade dos horários e da disponibilização dos conteúdos e módulos? A opção oferece grupos de apoio no ensino? Se sim, em quais plataformas? Eles são eficazes e realmente auxiliam o aluno?

3. Nível dos professores

Os professores da escola são, de fato, preparados para o ensino do inglês? Quantos anos de experiência eles têm? Eles já moraram em países que têm o inglês como língua nativa? Se sim, por quanto tempo? Quem é o “cérebro” por trás da escola? Estas pessoas são qualificadas para o ensino do inglês?

As perguntas acima e suas respectivas respostas o nortearão na busca pela melhor escolha, uma vez que são os professores e os idealizadores dos cursos os responsáveis por ensiná-lo, dar assistência e tirar suas dúvidas. Ou seja, são eles que irão acompanhá-lo na trajetória do aprendizado.

4. Considere a opinião de quem já estudou ou estuda na escola

Dizem que a melhor propaganda – tanto positiva, quanto negativa-  é aquela feita “boca-a-boca”. Isto não só é verdade como pode ser aplicada para selecionar a melhor opção de ensino da língua inglesa. Para saber se um curso realmente vale a pena e possui metodologia condizente com as suas necessidades, procure ouvir a opinião e as avaliações daqueles que já cursaram ou cursam a escola de idiomas. Questione sobre o tipo de metodologia, os módulos, a evolução dos alunos, a disponibilidade em sanar dúvidas, a atuação dos donos e professores, o que esperavam atingir com o curso, etc. Não se esqueça ainda que cada aluno tem necessidades e objetivos e específicos. Portanto, na sua pesquisa, ouça o maior número de pessoas possível e pondere as avaliações.

 

Inglês do Jerry funciona?

Método com melhor avaliação entre alunos e ex-alunos, o curso online Inglês do Jerry é a maneira mais eficiente e rápida de se aprender a língua inglesa. Basta cerca de uma hora por dia para que o aluno possa aprender a falar inglês em poucos. Tudo isso se deve à metodologia inovadora criada pelo professor Jerry Costa, que acumula a expertise de mais de vinte anos no ensino da língua. Ele desenvolveu o Método de Aprendizado Acelerado que promete – e cumpre – ensinar, independentemente do nível de inglês do estudante, a se comunicar e compreender a língua inglesa, em quatro meses. Com isto, ninguém precisa investir anos e rios de dinheiro em cursos que utilizam técnicas antiquadas e que não buscam a evolução do aluno.

O curso idealizado pelo Jerry é diferente dos demais pois, desde o começo, o aluno já é “desafiado” a treinar sua escrita, audição e fala, de maneira simultânea. Além disso, durante anos de pesquisas, constatou a presença de 17 principais verbos na língua inglesa que estão em todo tipo de comunicação. Ao iniciar o curso, o aluno já irá aprendê-los e, após a assimilação, o processo de evolução no inglês se tornará muito mais fácil e constante.

[ninja_form id=5]

Para medir o grau de satisfação daqueles que já se beneficiaram do Inglês do Jerry, basta observar os inúmeros comentários positivos, de alunos e ex-alunos. Selecionamos o relato do aluno Wagner, da cidade de Americana. Mesmo investindo anos de estudo em escola tradicional, ele descobriu, a duras penas, que não estava apto a se comunicar em inglês.

“Eu sempre fiz inglês em escolas tradicionais. Fiz durante quatro anos em uma escola e achei que até soubesse falar alguma coisa em inglês e que já estivesse em um nível bem avançado. Aí eu fiz minha primeira viagem para os Estados e não consegui entender nada. No máximo, eu conseguia ler um menu e uma placa, mas não entendia o que eles falavam e o que eu falava eles não conseguiam entender. A pronúncia do meu Inglês era horrível, mesmo fazendo quatro anos de aula em escola tradicional. Fiquei muito chateado e parei de fazer o curso. Achei que eu não tinha capacidade de aprender inglês”, revela.

Ele conta que virou o jogo após descobrir o curso online do Jerry. Na opinião dele, o que realmente é um diferencial é a possibilidade de treinar e se capacitar diariamente. “Pesquisando na internet, eu acabei descobrindo o Inglês do Jerry. Pelo valor do investimento e pelo o que estava o curso estava oferecendo, resolvi tentar e adquirir o curso. Estou agora no módulo oito. Eu aprendi muita coisa. Com o Inglês do Jerry, eu não preciso parar para ir na escola. Antes de dormir, em casa, eu acesso pelo celular e fico, pelo menos, uma aula ouvindo, repetindo as palavras. Durante o dia, entre um compromisso e outro, acesso e começo também a ouvir. A hora que eu tenho, sempre dou uma paradinha para estudar inglês online. Você, automaticamente e todos os dias, começa a conviver com o inglês, diferente de uma escola tradicional”, reforça.

Ele reitera que a presença da técnica da pronúncia figura, desenvolvida e disponibilizada pelo Inglês do Jerry faz toda a diferença no aprendizado. “Durante as aulas online do Jerry, ele escreve meio aportuguesado, mas mostra a forma correta de você pronunciar e você acaba pegando o jeito. Depois que você pega algumas palavras, as outras vêm de forma mais natural. Você começa a falar com o sotaque e o jeito de falar americano. Isso é uma coisa que eu gostei bastante. E também não são aquelas palavras soltas e verbos que você começa a estudar e fica muito chato”, conclui.

O curso online Inglês do Jerry é bom?

Falar e entender inglês é uma imposição para quem deseja um bom emprego e uma boa colocação no mercado de trabalho. Foi pensando em beneficiar pessoas sem nenhum tipo ou com pouco conhecimento na língua inglesa e tendo como objetivo a criação de uma metodologia diferente das ofertadas nas escolas de inglês tradicionais que o professor Jerry Costa desenvolveu o método mais inovador, rápido e diferenciado disponível no mercado e que é capaz de fazê-lo aprender este idioma em até quatro meses. Respondendo à pergunta do título, o Inglês do Jerry não só é bom, como é o meio mais rápido, eficaz e com melhor avaliação entre os alunos para o ensino do inglês, uma vez que utiliza e aplica o método de aprendizado acelerado, que é responsável por conduzir qualquer pessoa a aprender o idioma.

[ninja_form id=5]

Antes de disponibilizar este novo método de ensino para milhares de pessoas no país, o professor Jerry, que possui mais de vinte anos de experiência no ensino do inglês, atuava como consultor e professor em corporações, ocasião em que pode testar a eficácia da metodologia. Colaboradores de grandes empresas de comunicação, tais como SBT, Record e Rede TV, já se beneficiaram do Inglês do Jerry. “Me esforcei muito para conseguir levar este método que, antes era só acessível a funcionários de grandes corporações, para o máximo de pessoas que sabem que precisam aprender inglês e não querem ou não podem perder tempo e dinheiro com metodologias do século passado, que são lançadas no mercado apenas com roupa e maquiagem novas”, afirma o idealizador do curso, que, atualmente, conta com mais de mil alunos ativos no país.

O Inglês do Jerry é diferente dos métodos de ensino convencionais da língua pois não foca em gramática. Muito pelo contrário, a metodologia possibilita ao aluno desenvolver as habilidades da fala, escrita e audição, desde o início dos estudos, fazendo com que as regrinhas gramaticais sejam introduzidas aos poucos e de maneira natural e possibilitando que, ao final do curso, o aluno possa se comunicar e compreender inglês perfeitamente. Ou seja, você pode treinar o seu listening, writing e speaking, simultaneamente, e o melhor de tudo: sem enrolação e de maneira direta.

Com recorde de aprovação entre os alunos, uma das principais qualidades da metodologia é o de possibilitar o estudo no ritmo e tempo disponível para cada aluno, uma vez que os conteúdos estão disponíveis online e que ele pode acessá-los sempre que precisar ou quiser. A plataforma disponibiliza ao estudante um vasto conteúdo em vídeos, áudios, textos e exercícios. Assim, os alunos mantêm-se muito mais motivados e aprendem inglês rapidamente. Outro benefício está no fato de que, caso haja dúvidas ou dificuldades, os alunos podem encontrar suporte por meio de grupos no Skype, Whatsapp e Facebook. Além disso, poderão contar também com o apoio e auxílio do próprio Jerry, sempre disposto a ajudá-los no que for necessário.

Durante o desenvolvimento desta nova técnica de ensino, Jerry descobriu que o sentimento de bloqueio e o da impossibilidade de aprender e compreender uma nova língua são os principais vilões para aqueles que querem aprender o inglês. Observando a maneira como adultos aprendem uma nova língua, Jerry uniu quatro técnicas que estão presentes no curso ofertado: a repetição espaçada, a pronúncia figurada (que consiste na associação entre a palavra escrita e falada, em inglês), a gamificação do conteúdo e a Collocation (que são combinações de palavras em inglês). A metodologia de aprendizado acelerado permite ainda que você conheça os 17 principais verbos da língua inglesa, que são essenciais para a comunicação e extensamente utilizados no inglês.

5 Princípios para aprender Inglês com música

Inglês com Música

Um dos métodos mais diferentes e inusitados de se aprender inglês – e também presente na metodologia do curso online Inglês do Jerry – se dá por meio do exercício de ouvir, prestar atenção na pronúncia e em novas expressões e traduzir as letras das músicas. Por carregarem inúmeras informações em cada refrão, a música é considerada uma fonte prazerosa e estimulante de ensino de um novo idioma. Assim como pode ser utilizada para o ensino da própria língua portuguesa, são inúmeros os benefícios gerados pela música para quem está aprendendo uma segunda ou terceira língua.

Atualmente, somos inundados, todos os dias e em todos os lugares, com músicas em inglês. É praticamente impossível não encontrarmos uma música cantada em inglês com a qual não nos identificamos ou não temos sintonia e empatia. Há canções para todos os gostos e em todos os gêneros e estilos musicais, que vão desde o rock e pop até o country, jazz e blues, fato que facilita o aprendizado do inglês com música, uma vez que o aluno irá focar naquilo que realmente gosta de ouvir. Para aqueles que querem se dedicar a aprender como falar em inglês por meio da música, sugerimos: dedicação, interesse, curiosidade, força de vontade, foco e muito treino.

Além disso, elencamos cinco princípios para norteá-lo nesta atividade e que irão facilitar seu aprendizado,  possibilitando o treino de diversas habilidades ao mesmo tempo e ocasionando a evolução de maneira natural e divertida do aluno no idioma.

  1. Listening and writing 

É preciso escolher sempre uma canção ou música que você curta ou que tenha curiosidade em saber seu significado, já que, ao ouvirmos uma música, acionamos a parte do nosso cérebro responsável por traduzir os sentimentos e a sensação de prazer. Justamente por este motivo, o treino de um novo idioma por meio da música é bastante eficaz.

Ouça a mesma música diversas e repetidas vezes e, mesmo que você tenha que pausar ou voltar em determinado trecho algumas vezes, tente transcrevê-la. Este tipo de exercício faz com que você treine não somente a audição, mas também a escrita.

[ninja_form id=1]

  1. Reading and writing

Feito o passo número 1, agora é hora de conferir a letra da música e anotar palavras que julgar interessantes ou que sejam desconhecidas para você. Depois, pesquise seus significados e traduções em um dicionário. O mais legal desta etapa é que ela possibilita treinar a escrita e a leitura, simultaneamente.

  1. Translate it

Após o exercício do reading and writing e a descoberta do significado das palavras que, anteriormente, eram desconhecidas, agora é a vez de buscar a tradução da da música. Tente traduzi-la sem olhar as versões disponíveis na internet. Deixe sua mente livre para tentar entender os sentidos e significados das palavras e expressões.

Ao fim deste processo, compare com a tradução oficial da música e veja seus erros e acertos e onde você pode e deve melhorar. Com muita atenção e exercício contínuo, aos poucos, você vai melhorar sua capacidade de tradução e entendimento do inglês, além de conhecer novas palavras e gírias em inglês.

  1. Sing it

Sem medo ou vergonha de ser feliz, se jogue na música e cante em voz alta, para treinar sua fala e conferir se sua pronúncia está adequada. Enjoy the moment! 

  1. Repita os quatro princípios anteriores

Gostou dos resultados e se divertiu?! Repita este passo-a-passo inúmeras vezes até ficar crack. Lembre-se que, por meio de muito treino e algumas horas de dedicação, você chegará mais próximo de seu objetivo. Quanto mais você praticar seu listing, writing e speaking, mais você estará conhecendo a língua inglesa.

Dicas para aprender e falar bem inglês

Aprender Inglês

Com a finalidade de ajudar você na busca por um maior aperfeiçoamento e confiança no aprendizado do idioma inglês, selecionamos algumas – cinco, mais precisamente – dicas valiosas para quem deseja aprender inglês.

1. Pare de pensar em português

Uma das principais barreiras para os brasileiros e que atrapalham aqueles que estão aprendendo inglês é o de pensar em português e formular frases e diálogos a partir do que determina as regras da língua portuguesa. Acredite, pensar na nossa língua natal mais atrapalha do que ajuda o estudante.

O português e o inglês são línguas bastante distintas e, por isso, aconselhamos que o estudante tente deixar de associar palavras e frases com o português e pare de pensar na nossa língua enquanto tenta se comunicar em inglês. Isto facilitará muito seu progresso com a língua e na formulação de frases no inglês.

[ninja_form id=1]

2. Não se prenda tanto à gramática

Entender a estrutura gramatical da língua é um ponto importante, sem dúvida, mas não é o único fator determinante para o conhecimento da língua. É preciso que haja um equilíbrio entre os estudos e a prática, procurando testar a língua no dia-a-dia, por meio da união entre o falar, ouvir e escrever, o que faz com que o aluno possa se “virar” em qualquer situação. Exatamente por este motivo que o Inglês do Jerry inova ao possibilitar ao aluno o aprendizado a partir da fala, escuta e escrita, simultaneamente, sem que haja a imposição de regrinhas boring.

3. Estude diariamente

Esta tip é importante para que você adquira familiaridade com a língua e, assim, caminhe rumo à fluência no idioma. A prática diária do inglês, mesmo que em alguns minutos ou em uma ou poucas horas, irá ajudá-lo a evoluir no inglês. Durante a realização de seus estudos, procure se concentrar ao máximo na lição e foque toda sua atenção no conteúdo que deseja aprender.

Como parte do estudo diário, o aluno pode ainda acrescentar músicas, áudios e textos em inglês para acostumar seu ouvido com a pronúncia e escrita corretas e ajuda-lo a captar as possíveis gírias da língua. Tente assistir filmes, seriados e programas de televisão em inglês, sem o auxílio da legenda. Isso tudo vai ajudá-lo a melhorar constantemente.

4. A resposta está na pergunta

Um macete do inglês que deve ser levado em conta pelo aluno é o de observar sempre a pergunta, uma vez que as respostas são geradas a partir do questionamento. Este truque é legal para que o aluno não se perca nas perguntas e respostas – caso não tenha certeza de como responder -, uma vez que a resposta é quase que gerada automaticamente.

Abaixo, alguns exemplos para ilustrar:

“Do you want to go to the movies?” “Yes, I do” ou “No, I do not”.

“Can she travel with me?” “Yes, she can” ou “No, she can´t”;

“Is it good?” “Yes, it is” ou “No, it isn´t”.

5. Não tenha medo de errar

Como já dizia o ditado: é errando que se aprende. Entenda que errar faz parte do processo de aprendizado, sendo extremamente necessário para que você evolua em uma dada atividade. Lembre-se que até mesmo quem tem o inglês como língua nativa comete gafes e erros e aceite que, uma vez ou outra, você vai encontrar dificuldades e limitações enquanto exercita seu inglês.  É importante também que o aluno pare de se enxergar apenas como uma pessoa que está aprendendo, mas como alguém que já fala e entende a língua – mesmo que não fluentemente. Assim, ganhará mais confiança e descobrirá que o inglês não é nenhum bicho de sete cabeças.