Live up to – O que significa este Phrasal Verb?

No post de hoje, vamos falar sobre o Phrasal Verb “Live up to”. Diferente da maioria das expressões deste tipo, Live up to é construído por um verbo e duas partículas e tem o significado de viver ou estar de acordo com as expectativas de outra pessoa, no sentido de estar à altura ou até mesmo superar o que é esperado. Ou seja, significa ainda “fazer jus a alguma coisa” ou “atender a alguma expectativa” ou “cumprir as promessas e as expectativas”. Contudo, para realmente captar o sentido deste phrasal verb e entende-lo, é necessário estudar e praticar. Por este motivo, elencamos vários exemplos para facilitar o processo.

Let´s see it!

Their food wasn´t quite live up to all the reviews on tripadvisor / A comida deles não estava muito à altura de todas as resenhas no tripadvisor;

It´s so hard to live up to the same level of success that they had as writers / É difícil estar à altura (ou alcançar) o mesmo nível de sucesso que eles tiveram como escritores;

The apartment I rented on Airbnb didn´t quite live up to the pictures that I saw / O apartamento que eu aluguei no Airbnb não estava à altura das fotos que eu vi;

[ninja_form id=1]

My mom has very high expectations and I can never seem to live up to it / Minha mãe tem grandes expectativas e eu nunca pareço estar à altura delas;

My carbonara never lived up to the carbonara that my sister does / Meu carbonara nunca esteve à altura do carbonara que minha irmã faz;

[+] Conheça as expressões em Inglês que ajudam a falar como você se sente

The trip really live up to hight expectation of my family / A viagem realmente superou as grandes expectativas da minha família;

The car is amazing and more than lived up to our expectations / O carro é maravilhoso e mais do que superou nossas expectativas;

It´s a new technology that did not live up to our expectations / Trata-se de uma nova tecnologia que não atendeu às nossas expectativas.

My cousins live up to their parents ideals / Meus primos estavam à altura dos ideais dos pais deles;

He found it difficult to live up to his reputation as a hero / Ele achou difícil estar à altura de sua reputação como um herói;

I hope I can live up to my reputation / Eu espero que possa estar à altura da minha reputação;

Did the Holiday live up to your expectations? / As férias estiveram à altura de suas expectativas?;

The Niagara falls lived up to all the publicity / As cataratas do Niagara superou toda a Publicidade;

I feel it´s impossible to live up to his mother / Eu sinto que é impossível estar à altura da mãe dele;

He never managed to live up to his parentes expectations / Ele nunca procurou viver de acordo com as expectativas dos pais deles;

Greece must do its part and live up to its promises / A Grécia deve fazer sua parte e estar de acordo com (ou cumprir) suas promessas;

Of course, we have a lot of resolutions, but the challenge is how to live up to them / Com certeza, nós temos várias resoluções, mas o desafio é estar à altura deles;

More than ever, the European Union has to live up to the commitments it has made / Mais do que nunca, a União Europeia tem que estar à altura dos compromissos firmados.

I hope that we will live up to his expectations in the months and years ahead / Eu espero estarmos à altura das expectativas dele nos meses e anos que virão.

See you!

 

Vantagens e desvantagens da gramática para aprender Inglês

Muita gente se apega, ao estudar um idioma, na gramática para aprender uma nova língua. Entretanto, utilizar as regras gramaticais como base para o estudo tem suas vantagens e desvantagens. Logo, preparamos este post para ajudar a você a se decidir se vale a pena ou não utilizar este método em seu aprendizado. Lembramos que é importante que, para evoluir no inglês – assim como em qualquer outra – dosar os estudos teóricos com os práticos, buscando sempre um equilíbrio.

As desvantagens de estudar as regras gramaticais

A principal delas, sem dúvida alguma é o fato de que você irá adquirir conhecimento teórico e não prático e logo vai manjar muito mais sobre o idioma do que do idioma. Com isso, podemos fazer uma analogia com os estudos musicais. Ao aprender música, você pode estudar tanto a parte teórica, quanto a prática. Na teoria, você estudará a história e outras vertentes que não sejam práticas e, portanto, não estará, de fato, aprendendo a tocar um instrumento. Você vai saber muito sobre a teoria música, mas não vai praticá-la.

[ninja_form id=1]

Outra desvantagem relevante fica por conta da memorização. Lembre-se do ditado “Quem não arrisca, não petisca”. Como você irá memorizar algo se não prática e se não coloca “a cara a tapa”? Além do que é muito mais difícil memorizar as regrinhas gramaticais se não houver prática ou empenho em exercitá-las numa conversação. Normalmente, é visível que quem estuda somente o lado gramatical demora muito mais para evoluir numa língua do que os estudantes que exercitam a língua na prática. Sim, a prática não só é importante, como também é imprescindível para que você evolua rapidamente no inglês.

Por último e não menos importante, está a desvantagem do tempo de uso. Uma regra gramatical demanda muito tempo de uso, porque você precisa lembrar da regra, ver se ela pode ser utilizada ou não num contexto e, somente depois, formular a frase. Por isso, podemos fazer uma analogia com um problema matemático, que requer um esforço analítico e de muito raciocínio, com utilização de regras ou não, para formula-lo.

As vantagens de estudar as regras gramaticais

Take it easy! Depois de ver as desvantagens da utilização da gramática, você deve estar pensando que não vale a pena perder tempo com isso. Entretanto, como já mencionamos no início do post, o estudo das regras gramaticais tem suas vantagens e pode ajudar a você a evoluir no aprendizado. Você deve encarar a gramática como uma espécie de “caixa de ferramentas”, podendo ajudar você a corrigir erros de inglês. Logo, sempre que houver dificuldade, vale a pena revisitar uma regra gramatical e buscar entender seu funcionamento, de uma maneira mais analítica e lógica. Não estamos dizendo que você precisa decorar todas as regras e sabe-las na ponta da língua, mas é bastante válido entende-las e consulta-las sempre que for necessário. E, com certeza, várias regras irão salvar você num momento de apuros.

A utilização da caixa de ferramentas pode lhe ser útil, por exemplo, se você não souber se a frase pede a preposição to ou for. Você não precisa saber todos os casos em que cada uma delas se encaixa, mas é importante ter a noção que, embora ambas possam indicar “para”, há critérios que diferenciam estas duas preposições. Enquanto to acaba adquirindo significado de movimento ou posição – onde tem o sentido de “para” ou “a” -, for pode ser utilizado para finalidade, tempo ou benefício – podendo substituir “para, durante e por”. Ao ter este tipo de conhecimento, seu cérebro acabará, automaticamente, fazendo associações enquanto você estiver se comunicando em inglês.

See you!

5 dicas para se sair em uma entrevista de emprego em inglês

Você recebe um e-mail ou telefonema daquela tão sonha empresa, para o agendamento de uma entrevista de emprego que você almeja muito. Mas daí vem o baque e a surpresa: a entrevista vai ser realizada em inglês! Antes de ficar desesperado ou quase morrer de ansiedade, separamos uma série de dicas práticas para você se sair bem neste tão temido momento – que, no final das contas, vai perceber que foi muito mais tranquilo do que você imaginava.

Preparado?!

1.Conheça – e, se possível, domine – o vocabulário da sua área de atuação

É importante que, durante a entrevista de emprego, você tenha conhecimento de palavras, expressões e gírias que sejam únicos ao vocabulário da sua área de atuação. Isso é relevante não somente para que você impressione o entrevistador, mas para que você consiga também demonstrar que tem propriedade profissional e “conhecimento de causa”, mostrando que você é alguém atualizado e por dentro dos assuntos.

[+] Dicas para aprender inglês sozinho

2.Informe-se por meio de notícias e artigos sobre o assunto

Informação é tudo e é a chave para o conhecimento e o sucesso. Por isso, manter-se informado e atualizado é imprescindível no mundo globalizado. E, sim, as empresas buscam profissionais cada vez mais qualificados. Ler sobre sua área do conhecimento vai lhe proporcionar ainda ganho de vocabulário e um salto de qualidade no inglês.

[ninja_form id=1]

3.Evite muito blábláblá e papo furado

Se o brasileiro costuma utilizar o bate-papo sobre assuntos triviais ou banais como um mecanismo para descontrair e relaxar, para os estrangeiros, a lógica é totalmente diferente. Evite falar de assuntos ou temas que não sejam profissionais e fale somente sobre sua carreira e sobre você como profissional. Evite o papo-furado, também conhecido como small talk, e vá direto ao ponto. Lembre-se que, em entrevistas estrangeiras, o clima tende a ser ainda menos informal. Assim, você não correrá o risco de cair em situações pitorescas a la Monthy Python!

Fuja dos clichês

Evite utilizar frases prontas e se ater somente ao vocabulário próprio do mundo corporativo. Desta maneira, você não ficará parecendo um robô, soltando frases ensaiadas e expressões clichês. Tente agir da maneira mais natural possível, para não passar a imagem de uma pessoa forçada e que decorou o passo-a-passo da entrevista. Portanto, para parecer um profissional diferenciado dos demais, não utilize expressões já manjadas como “I work really hard” (Eu trabalho duro) ou “I am a good team player” (Eu trabalho bem em equipe).

Treine antes da entrevista

Com alguém de sua confiança ou até mesmo em frente ao espelho, treine como você se sairia em uma entrevista de emprego. Busque perceber suas expressões de fala e de face, para deixa-las mais naturais e para parecer que você está sendo você mesmo e agindo naturalmente em frente ao entrevistador. O importante aqui não é a decoreba do que você deve e irá responder, mas sim a familiarização com as perguntas e suas respectivas respostas. Veja, abaixo, algumas possíveis perguntas que o recrutador fará para você.

Why should we hire you? / Por que devemos contratar você?

Why did you leave your last job? / Por que você deixou seu último emprego?

What were your responsibilities? / Quais eram suas responsabilidades?

What are your strenghts and weaknesses? / Quais são seus pontos fortes e fracos?

Why do you want this job? / Por que você quer esse trabalho?

Why do you want to work here? / Por que você quer trabalhar aqui?

Esperamos que, com estas dicas, você mande muito bem e arrase em entrevistas nas quais a língua seja o idioma principal e que conquiste o tão sonhado emprego.

See you!

Conheça as expressões em Inglês que ajudam a falar como você se sente

Sabe quando você quer expressar seus sentimentos e revelar como você está pensando? Então. No post de hoje, vamos ensinar algumas frases e palavras em inglês que podem ajudar você nesta tarefa. Vamos colocar em prática? Para revelar ao mundo o que você está sentindo, os verbos mais indicados são o feel, de sentir, e to be, de estar. Entretanto, elencamos outros exemplos para ajudá-lo na comunicação.

Let´s see some examples!

I feel good / Eu me sinto bem;

I feel lonely / Eu me sinto sozinho;

I feel strongly commited to this process/ Sinto-me fortemente comprometido (a) com este processo;

They were so different that I did not feel at home / Eles eram tão diferentes que eu não me sentia em casa;

John felt very sad when her cat died / John se sentiu (ou ficou) muito triste quando o gato dele morreu;

If you take some aspirin, you will feel better / Se você tomar uma aspirina, vai se sentir melhor;

I´d like to be your skin to feel what you feel / Eu gostaria de ser sua pele para sentir o que você sente;

I feel your emotions when I look in your eyes / Eu sinto suas emoções quando olhos nos seus olhos;

Whenever you feel like giving up, think of all the people that would love to see you fail / Sempre que você pensar em desistir, pense em todas as pessoas que amariam ver você fracassar;

It feels so warm in here / Está tão calor aqui dentro;

Say what you mean and act how you feel / Diga o que você quer dizer e aja como você se sente;

Como mencionamos anteriormente, o verbo to be (em todas as suas conjugações) também é bastante difundido para tratar de sentimentos. Vejamos!

I am bored / Eu estou entediado;

He´s so sad today / Ele está tão triste hoje;

[ninja_form id=1]

Agora, vamos aos adjetivos utilizados para tratar de sentimentos.

Happy – feliz

Sad – triste

Depressed – deprimido ou deprimida

Miserable ou Unhappy – infeliz

Excited – Empolgado ou empolgada

In love – apaixonado ou apaixonada

Relax – relaxado ou relaxada

Anxious – ansioso ou ansiosa

Annoyed – aborrecido ou aborrecida

Pleased – satisfeito ou satisfeita

Delightful – encantado ou encantada

Surprised – surpreso ou surpresa

Angry – raivoso ou raivosa

Guilty – culpado ou culpada

Jealous – ciumento ou ciumenta

[+] Dicas para aprender inglês sozinho

Examples!

Because I´m happy. Clap along if you feel like that´s what you want to do / Porque estou feliz. Bata palma junto se você sente que é isso que você quer fazer;

There are so many reasons to be happy / Há tantos motivos para ser feliz;

Don´t worry. Be happy! / Não se preocupe. Seja feliz!

I am happy to be here with you / Estou feliz por estar aqui com você;

It looks like she´s really angry at us / Parece mesmo que ela está com raiva da gente;

He is in love with her / Ele está apaixonado por ela;

Have you ever been in love? / Você já esteve apaixonado?

She was bored with her job and decided to quit / Ela estava entediada com o trabalho dela e decidiu sair;

I felt guilty about not going there more often / Eu me senti culpado (a) por não ir lá mais vezes;

Do you have a jealous girlfriend? / Você tem uma namorada ciumenta?;

I´m sad to hear it from you / Estou triste por ouvir isso de você;

She´s feeling anxious due to the presentation / Ela está se sentindo ansiosa por conta da apresentação;

Rainy Sundays get me so bored / Domingos chuvosos me deixam tão entediado (a).

See you!

Boss Around | O que significa este Phrasal Verb?

Quando pensamos na palavra boss, logo nos vem à cabeça a imagem de um chefe, certo? O Phrasal Verb “Boss around” se utiliza dessa associação, uma vez que conota “dar ordens”, “mandar”, “dar uma de chefe”, “controlar”, “comandar”.

Embora não tenha um correspondente direto, a melhor tradução para essa expressão seria “se comportar como um chefe”, de uma maneira, ligeiramente, desagradável com os outros, com o intuito de controla-los, intimida-los e comanda-los.

[+] 7 Dicas de como aprender inglês sozinho

Justamente por não poder ser traduzido de maneira de direta – uma vez que a expressão ficaria sem sentido algum – sugerimos que você capte o espírito da frase e treine as situações em que ela pode ser utilizada. Assim, não fará feio quando precisar dela.

[ninja_form id=1]

So, let´s see some examples!

I don´t like when people bosses around, like they are in charge / Eu não gosto quando as pessoas ficam me dando ordens, como se estivessem no commando;

She likes bossing around with everyone / Ela gosta de ficar mandando em todo mundo;

John can´t stop bossing around. I know it´s her nature, but it´s annoying! / John não consegue parar de mandar nas pessoas. Eu sei que é da natureza dele, mas é irritante!;

He´s the captain of the team. So, He will be bossing people around / Ele é o capitão do time. Então, ele vai estar mandando nas pessoas;

Julia Always get upset whenever her manager bossed her around. She thinks she isn´t doing a good job / Julia sempre fica chateada quando a gerente dela manda nela. Ela pensa que não está fazendo um bom trabalho;

I feel weird when I have to boss you around while you are driving the car / Eu me sinto estranha quando tenho que mandar em você enquanto você está dirigindo o carro;

The manager is always bossing the waitresses around / O gerente está sempre mandando nas garçonetes;

David complained that his older sister was always bossing him around / David se queixou que sua irmã mais velha estava sempre dando ordens para ele;

What gives you the right to bossa round everyone? / O que te dá o direito de mandar em todo mundo?

Captain Smith bosses around the whole crew. That´s his job / Capitão Smith comanda toda a equipe. Este é o trabalho dele;

I don´t think I´ll be able to put up with you bossing me around all the time / Eu não acho que não vou conseguir tolerar você dando ordens o tempo todo;

I´ve seen people trying to bossa round in order to accomplish what they believed was the best to everyone / Vi pessoas querendo mandar nos outros com o intuit de alcançar o que acreditavam ser o melhor para todos;

He started bossing people around and I didn´t like what was happening / Ele começou a mandar nas pessoas e eu não gostei do que estava acontecendo;

States and communities have complained that they´re being bossed around by Washington / Estados e comunidades têm reclamado que eles tem sido comandados por Washington;

When he tried to boss around, he was criticized by all / Quando ele começou a dar uma de chefe, ele foi criticado por todos;

His dad had not bossed him around for a long time / O pai dele não o controlou por um bom tempo;

Her older cousins had bossed her around in the usual way of children / Os primos mais velhos dela a controlavam daquele jeito comum das crianças.

They tried to show the man that they can´t be bossed around / Eles tentaram mostrar para o homem que não poderiam ser comandados;

 See you!

What’s eating you? O que significa esta expressão?

Quando algum amigo, conhecido e familiar está num mau humor daqueles ou não acordou com o pé direito, costumamos fazer a seguinte pergunta: “o que está te fazendo mal?”. Porém, você já se perguntou se existe expressão equivalente na língua inglesa? Pois bem, não há uma frase que seja 100% correspondente a expressão anterior ou “que bicho te mordeu?” ou “o que está pegando?”, que também usamos, comumente, neste caso. Entretanto, podemos utilizar – como substituto ou no lugar – a expressão “what’s eating you?“.

[+] Dicas úteis para aprender inglês sozinho

Ao tentarmos traduzir, a expressão conota algo que está consumindo a pessoa por dentro, tomando seus pensamentos e atrapalhando sua capacidade de concentração e foco, fazendo com que ela fique deprimida, sentindo-se mal e para baixo. Por isso, três substitutos possíveis para esta expressão poderiam ser ainda: “What´s bothering you?”, “What´s troubling you?” e “What´s annoying you?”.

[ninja_form id=1]

Muito embora o mau humor seja como um bicho que te devora por dentro e que faz mal não apenas para aqueles que sentem, mas também para as pessoas que estão ao redor, traduzindo, esta expressão se encontra mais próxima de “o que está te incomodando?” ou “o que está te perturbando” do que “o que está te comendo?”, como sugere a tradução livre. Por isso, nossa dica é que você busque captar a expressão como um todo, entendendo sua essência e não tentando traduzir cada palavra separadamente – o que pode fazer com que a frase soe, inclusive, como algo meio sem sentido.

Agora, vamos a alguns exemplos! Let’s practice!

You are in a bad mood all day. What’s eating you? / Você está de mau humor o dia todo. O que está te incomondando?;

She looked annoyed with us. So, finally, we asked what was eating her! / Ela parecia estar incomodada com a gente. Então, finalmente, perguntamos o que a estava incomondado;

What’s eating you?! You haven’t eaten anything, not even the dessert / O que está te incomondando? Você não comeu nada, nem mesmo a sobremesa;

I can see in your eyes that your sad. What’s eating you? / Posso ver nos seus olhos que você está triste. O que está perturbando você?;

My mom couldn’t help asking my friend what was eating him / minha mãe não pode evitar e perguntou ao meu amigo o que lhe perturbava;

I saw her biting her nails again! So I had to ask her what was eating her! / Eu a vi roendo as unhas de novo! Então, eu tive que perguntar o que a estava incomodando!;

What´s eating you? You don´t seem like yourself / O que está incomodando você? Você não parece você mesma;

You seem really upset. O que está incomodando você? / Você parece realmente chateada. O que a está incomodando?;

It seems like something is wrong. What´s eating you? / Realmente parece que há algo errado. O que está incomodando você?;

Perhaps, seeing the concern on your face, they asked… “What’s eating you?” / Talvez, vendo a preocupação no seu rosto, eles perguntaram… “O que está preocupando você?”;

The answer to “What´s eating you?” may be what you´re eating / A resposta para “O que está perturbando você?” pode ser o que você está comendo;

What´s eating you? Maybe I can help you / O que está incomodando você? Talvez eu possa ajudar você;

The students were strange, but nobody knew what were eating them / Os estudantes estavam diferentes, mas ninguém sabia o que os estava incomodando;

What´s eating you? I think you need a vacation / O que está incomodando você? Acho que você precisa de férias;

See you!

Como aprender inglês viajando para os Estados Unidos?

Viajar para os Estados Unidos ou qualquer outro país que tenha o inglês como língua nativa – seja para o Reino Unido, a Austrália, o Canadá ou a Nova Zelândia – poderá ajudá-lo a dar um salto de qualidade no seu inglês. Mas não se iluda pensando que não é necessário estudar inglês – nem que seja apenas para ter uma base – antes de sair do Brasil ou que, mesmo convivendo boa parte do tempo no exterior com brasileiros, irá ser uma boa experiência. É preciso mergulhar no idioma.

Você pode tirar bom proveito de sua viagem a partir de duas opções distantes: seja para aperfeiçoar seu inglês, caso você já esteja em um bom nível do idioma, ou para realmente aprender a língua, caso você não tenha tanta fluência assim. Treinar e praticar inglês antes da viagem é primordial para cada um deles!

[ninja_form id=1]

Abaixo, dissecamos os pontos positivos de cada uma dessas duas experiências.

Viajar sabendo pouco inglês

Nesta opção, você viverá realmente em um ambiente de imersão na língua inglesa e, com certeza, dará um upgrade no seu nível de inglês. É interessante ressaltar a importância de realizar um intercâmbio para outro país, em que você estará convivendo com nativos na língua durante 100% do seu tempo de estadia. Pode ser difícil, no começo, a sua adaptação – não somente com relação à língua, mas também por causa da cultura -, mas é um tipo de experiência extremamente válida em todos os sentidos. Este é, sem dúvida, um dos métodos mais eficazes para se aprender e dar um salto de qualidade e no nível do seu inglês.

Viajar sabendo razoavelmente inglês

Este caso envolve viagens por um período mais curto de tempo – seja a passeio ou para realizar cursos de idioma por algumas semanas ou um mês – e com uma imersão não tão profunda no inglês e, consequentemente, sem um choque tão grande cultural e no idioma. Caso opte por isso, é importante que você tente conviver mais com nativos, pois assim terá uma experiência mais rica e gratificante. Neste caso, é importante lembrar que você estará indo aperfeiçoar seu inglês e que, por este motivo, você deve já ter estudado o idioma antes e estar um nível considerável.

Para facilitar a compreensão do inglês, você deve treinar com algum tempo de antecedência – o ideal seria, no mínimo, dois anos antes – o seu ouvido para esta língua. Com o ouvido treinado, você terá a pronúncia correta das palavras e expressões, além de conseguir se comunicar adequadamente em inglês. Deste modo, você já vai entrando na vibe do local, além de já ir se familiarizando. Isso evitará que você passe por perrengues durante a sua estadia no país.

Por isso, é importante assistir vídeos, filmes, documentários e séries em inglês, além de ouvir podcasts neste idioma. Sim, ao contrário do que se imagina, você deve se preparar antes de se aventurar em um novo país, com língua e cultura distintas e toda oportunidade é válida para isso. Como o foco desta viagem é no aprimoramento do inglês – e não no aprendizado – você conseguirá um bom resultado se estiver preparado para as situações – e possíveis conversações – que encontrar pelo caminho.

Além destes dois métodos, você pode buscar variações, independentemente de ser uma imersão total e de cabeça para que você saia do nível básico e dê um salto para a fluência, como no primeiro dos casos, ou algo de duração mais curta e com uma pegada mais de aperfeiçoamento da língua. Mas não deixe de lado o estudo e a preparação prévia para esta experiência que, como já esperado, será incrível!

Como sair do nível intermediário no inglês?

Pode parecer uma situação incomum, mas estar estagnado, empacado, travado no nível intermediário do inglês – sem conseguir evoluir e dar um passo a mais na língua – é um problema muito mais frequente do que se imagina! O nível intermediário do inglês é importante para que você consiga estabelecer diálogos no idioma, porém, ele também pode denunciar a não fluência no idioma por causa da pronúncia não adequada ou da insuficiência de vocabulário e de termos no inglês. Por isso, vou dar a dica de como destravar seu inglês e, finalmente, pular do nível intermediário para o avançado. Com essa única dica, você vai fazer seu inglês decolar. Vai por mim!

[ninja_form id=1]

Vamos ao que interessa! Imagine que você é um jogador de futebol ou um ginasta ou um judoca. Para os profissionais do esporte, a prática é fundamental para a evolução e é ela que leva à perfeição. Deste mesmo modo, praticar continuamente também é importante para que você dê um salto de qualidade e mude de nível no inglês. Estudar, acompanhar aulas e seguir as lições também têm um papel relevante na sua formação na língua inglesa, mas, sozinhos, não farão milagre, infelizmente. Somente com o estudo convencional – podemos, assim, dizer – você demorará anos para chegar ao nível avançado e permanecerá, por muito tempo, estagnado. Portanto, é preciso sair da zona de conforto e encarar novas atividades, que darão um rumo diferente para o seu aprendizado.

Assistir séries, filmes, documentários, vídeos no youtube, ler livros, reportagens e artigos e ouvir podcasts e músicas – sem o auxílio da tradução – é uma maneira bastante válida e interessante de praticar o inglês, pois o forçará a entender o conteúdo a que você está sendo exposto, além de fazer com que você conheça novas palavras e, consequentemente, amplie seu vocabulário.

Tome note quando não conhecer uma expressão ou palavra e, caso não consiga compreende-las a partir do contexto, busque a ajuda de um dicionário ou de algum amigo ou familiar que esteja num nível mais avançado. Ou seja, o segredo é ir além do material didático e consumir, realmente, conteúdos que não tenham o propósito, propriamente dito, de ensino, mas que podem – e devem – ser utilizados como uma ferramenta de estudo e aprofundamento do inglês.

Treine um pouco por dia, nas suas horas vagas e de lazer, pois é mais importante a prática contínua – mesmo que em poucos minutos – do que a prática durante muitas horas, o que poderá tornar essa atividade cansativa e pouco proveitosa. Encontre conteúdos com temas e assuntos que tenham a ver com seus hobbies ou com assuntos com os quais você se identifique e tenha interesse em adquirir conhecimento. Por exemplo, caso você goste de carros, esportes, maquiagem, busque conteúdos que abordem este tema, pois você ficará ainda mais motivado a aprender. A internet é um território bastante vasto de conteúdo e, com certeza, você encontrará muito material para consumir, aprender e se entreter.

Ao ouvir músicas e podcasts em inglês, tente atentar para os termos e expressões presentes neles. Desta maneira, você conseguirá não somente a melhor maneira de pronunciar as palavras, mas também entenderá o contexto em que poderão se inserir e suas utilizações, além de ampliar seus conhecimentos na língua inglesa.

Sim, para chegar à fluência no inglês, você deve se esforçar muito e buscar caminhos alternativos para facilitar o processo. Porém, você também deve tornar esse momento o mais prazeroso possível, para que não se torne uma atividade boring e você consiga se manter motivado nos “estudos”. É praticando que se chega ao nível desejado no idioma.

See you!

Como diferenciar palavras com sons parecido no inglês?

Uma das dúvidas mais recorrentes de quem estuda inglês é com relação à diferença na pronúncia entre palavras semelhantes como, por exemplo, bad/bed, man/men.

Sim, elas parecem iguais, mas, além da diferença de significado (man: homem / men: homens; bad: mal / bed: cama), essas palavras também carregam diferenças sutis na fonética e na pronúncia. Nossa principal dica para saber de qual delas se trata é que você preste atenção e se atenha ao contexto de cada uma das frases e não, necessariamente, à pronúncia.

[+] Dicas para aprender inglês sozinho

No caso de men/man, você deve localizar o verbo da frase, pois é ele que o ajudará a determinar se a palavra está no plural ou não.

Exemplos: 

The men are busy / Os homens estão ocupados;

Men are difficult to understand / Homens são difícies de serem entendidos;

He´s a man of word / Ele é um homem de palavra;

The man was going to Rio de Janeiro / O homem ia para o Rio de Janeiro.

Nos dois primeiros exemplos, o verbo utilizado corresponde ao they – ou eles- e, portanto, só pode ser utilizado em frases no plural. Logo, trata-se da palavra men.

Já nos demais casos, utilizam-se o verbo no singular, correspondendo a ele. Portanto, a palavra é man, no singular.

[ninja_form id=1]

Nos casos em que podem surgir dúvidas sobre a utilização das palavras bad e bed, também não há segredo e nem mistério: basta analisar o contexto em que a palavra se encontra, numa dada frase.

Vamos a alguns exemplos! 

She was felling bad / Ela estava se sentindo mal;

Who’s bad? / Quem é mau?;

Your bed is beautiful / Sua cama é bonita;

I went to bed late, yesterday / Eu fui para a cama tarde, ontem.

No primeiro e no segundo caso, ao buscar o sentido da frase, fica claro que se trata de um sentimento ou estado de espírito e, portanto, utiliza-se bad, no sentido de mal, ruim.

Já, no segundo e terceiro exemplo, pode-se perceber que se trata de bed, como cama.

 

Outras palavras que podem causar confusão com relação à pronúncia são live (viver) e leave (sair ou ir embora) ou steal (roubar), still (ainda) e steel (aço). Nestes casos, o contexto das frases também pode revelar o significado da palavra, independente da pronúncia.

Live or let die / Viva ou deixa morrer;

She lives like a rockstar / Ela vive como uma estrela do rock;

Start spreeding the news, I’m leaving today / Comece a espalhar a notícia, estou indo embora hoje

Are you leaving earlier, today? / Você está saindo mais cedo, hoje?

I still want to try it / Eu ainda quero provar isso;

The door is made of steel / A porta é feita de aço;

I want to steal your bag. It´s so beautiful! / Eu quero roubar sua bolsa. Ela é tão bonita!

 

A contextualização é importante ainda em situações que envolvem as palavras dead (morto) e dad (pai) / eye (olho) e I (eu) / Buy (comprar), bye (tchau) e by (de ou por) e pode dar uma pista de qual palavra se trata, também nestes casos.

Money can´t buy me love / Dinheiro não pode me comprar amor;

I´ll say bye for now! / Vou dizer tchau, por ora!;

Stay by my side / Fique ao meu lado;

Look me in the eye / Olhe nos meus olhos;

I want to travel the world / Eu quero viajar pelo mundo;

He is my dad / Ele é meu pai;

He looks like a walking dead / Ele parece um zumbi;

Check off: o que significa este phrasal verb?

Ao assistir a Strange Things, uma das séries americanas de maior sucesso neste último ano, muita gente irá se deparar com o phrasal verb Check off. Mas, afinal, você sabe o que ele significa e em que contexto o utilizar? Vale lembrar que phrasal verb é justamente um verbo da língua inglesa que não possui tradução direta para o português. Entratanto, check off adquire o sentido e significado de “riscar”, “tirar da lista”, “dar check”, “ticar”, “remover”, “selecionar”, “marcar”, “colocar um visto”, “tirar da lista” e “retirar algo de uma lista”.

[+] Dicas para aprender inglês

Pode parecer simples, mas, para ilustrar a utilização deste phrasal verb, separamos algumas frases em que a expressão se encaixa e onde pode ser inserida. Esperamos que elas ajudem a entender como se dá a utilização deste phrasal verb. Vale lembrar que é a prática é importante para quem busca adquirir fluência na língua inglesa e que, portanto, é treinando que você irá se familiarizar e enxergar os possíveis contextos para a utilização desta expressão.

[ninja_form id=1]

Vamos praticar? Let´s go!

When you finish your assignment, don’t forget to check off it from your list / Quando concluir sua tarefa, não se esqueça de risca-la da sua lista;

I’m not going to the party. Please check my name off the list / Eu não irei à festa. Por favor, tire meu nome da lista;

As I put the vegetables in the cart, I was checking them off my mom’s list / Conforme eu colocava os vegetais no carrinho, Eu os ia retirando da lista da minha mãe;

The teacher checked off the students name, as they were arriving at school / A professora ticava os nomes dos alunos, na medida em que eles chegavam à escola;

I checked off all the activities on my list and, now, I feel relieved / Tiquei todas as atividades da minha lista e, agora, me sinto aliviada;

Let’s check theses items off on your wishlist / Vamos ticar estes itens na sua lista de desejos;

I was checking the words off on my list / Eu estava ticando as palavras na minha lista;

Check their names off as they arrive / Remova o nome deles da lista conforme eles forem chegando;

When the bus stopped, they checked off the passengers names for counting / Quando o ônibus chegou, eles ticaram os nomes dos passageiros para contagem;

Ten things to check off from your list, right now / Dez coisas para remover da sua lista, agora mesmo;

As we were watching the movie, we checked their name off / Conforme assistíamos aos filmes, davamos check nos nomes deles;

Use boxes if you plan to print the list, for example, and check off each item you complete / Use caixas se você planeja imprimir a list, por exemplo, e vá ticando cada item que você completar;

Peace is not a goal that can simply be checked off a list / A Paz não é simplesmente um item a ser retrado de uma lista de coisas a fazer;

Check off items on the flipchart that match / Retire do flipchart os itens que correspondem;

Check off the addresses you wish to group, and click continue / Selecione os endereços que você deseja agrupar e clique em continuar;

Please, check off each name on the list / Por favor, dê um check em cada nome na lista;

Don’t forget to check off your travel itens / Não se esqueça de remover seus itens de viagens;

But the best thing about Stranger Things is the kids. They check off all the ’80s movies/ Mas a melhor coisa de Stranger Things são as crianças. Eles deram check (avaliaram) em todos os filmes dos anos 80;